bem-estar dos colaboradores
bem-estar corporativo, Saúde, saúde corporativa, Saúde populacional

Benefícios do bem-estar corporativo para as empresas

As atividades profissionais ocupam um período muito extenso na vida dos colaboradores. Em geral, mais da metade do tempo que as pessoas passam acordadas é investido no trabalho. Pensando assim, nada mais justo do que fornecer condições positivas para o ambiente corporativo, criando um bem-estar corporativo, já que todos estão dedicados para o crescimento da empresa.

Trazer saúde para o trabalho é uma forma de manter os colaboradores motivados além de salários e benefícios, o que traz uma satisfação de longo prazo. Os traços dos valores e da cultura da empresa ficam evidentes, e os funcionários se tornam mais produtivos e trazem mais resultado no dia-a-dia.

Continue lendo este artigo para entender a importância do bem-estar corporativo, quais são os benefícios para o desempenho das empresas e como implementar ações de promoção à saúde. 😉

Porque as empresas devem se preocupar com o bem-estar dos funcionários

Segundo o relatório de Tendências Globais de Capital Humano (2018) da Deloitte, 43% das organizações acreditam que programas de bem-estar ajudam a reforçar sua missão e visão, 60% julgam que eles ajudam a reter funcionários e 61% afirmam que melhoram tanto a produtividade quanto os resultados financeiros.

Já no relatório de 2020, 79% das empresas reconhecem que promover a sensação de pertencimento no cotidiano do trabalho é importante ou muito importante para seu sucesso nos próximos 12 a 18 meses, mas apenas 13% dizem estar prontas para trazer essa tendência.

Depois de uma década repleta de transformações, é necessário (re)pensar os próximos passos para um novo período pós Covid-19. Ao invés de questionar como humanizar o ambiente de trabalho repleto de tecnologia, a questão mais profunda para as empresas é como aproveitar os benefícios tecnológicos para promover a saúde física e mental no cotidiano corporativo.

Tendo em vista as possibilidades, é plausível traçar um caminho para seguir e adotar um dos maiores paradoxos do mundo dos negócios: manter uma estrutura distintamente humana em um mundo impulsionado por números e resultados.

Em meio à crise do Covid-19, foi necessário criar novos hábitos e práticas de gerenciamento para que as pessoas se adaptem, se comportem e trabalhem em parceria com os meios digitais disponíveis. Com isso, veio o entendimento de que as empresas têm a responsabilidade de agregar significado, conexão e bem-estar no trabalho para maximizar o potencial do trabalhador e adotar medidas que reforcem os seus valores.

As dificuldades do momento atual também trazem uma oportunidade para as organizações superarem o instinto de colocar pessoas e máquinas na mesma trajetória, além de servir como um vislumbre do que pode acontecer se não houver preparo para integrar colaboradores com sistemas digitais e operações de um empreendimento social.

Com a pressão de não deixar os negócios morrerem durante a crise, muitos ambientes corporativos carregam uma enorme pressão para superar resultados constantemente, e por isso alguns funcionários acabam desrespeitando seus próprios limites pessoais para tentar cumprir as expectativas, o que faz mal para a saúde física e mental.

Em quadros graves de estresse, os sintomas são: esgotamento mental, cansaço físico constante, alterações do sono, irritabilidade e ansiedade. Isso pode desencadear fragilidades psicológicas, como crises de ansiedade, depressão ou até a síndrome de burnout. Além disso, a empresa ainda tem aumento da taxa de turnover, já que funcionários desmotivados geram aumento da rotatividade.

Os benefícios do bem-estar corporativo

Para as organizações alinhadas às mudanças do mercado, não é novidade que para garantir a continuidade dos negócios é preciso investir na qualidade de vida dos funcionários. Além de criar oportunidades para o crescimento profissional, é preciso visualizar o colaborador como uma pessoa com necessidades físicas e emocionais.

O objetivo final é humanizar as relações de trabalho para que os colaboradores possam equilibrar a vida pessoal com a profissional. É fundamental que as lideranças vejam o desempenho dos resultados ao lado do bem-estar de todos. O primeiro passo é entender como o bom senso e a flexibilidade são importantes para criar um cenário ideal.

Diminuição do absenteísmo e presenteísmo

Absenteísmo é a ausência do trabalhador no ambiente de trabalho, o que obviamente diminui muito a produtividade de um negócio. Naturalmente, quanto mais insatisfeito um empregado estiver com o ambiente de trabalho, maior é a sua taxa de ausência.

Já o presenteísmo acontece quando alguém está fisicamente no trabalho, mas a sua mente não. Da mesma forma que a insatisfação, o cansaço mental afeta diretamente nos resultados da empresa, porque um funcionário com pensamentos confusos não consegue manter o foco.

Para ambos os cenários, o melhor remédio é criar condições para melhorar a qualidade de vida no trabalho. Um colaborador inserido em um ambiente agradável e com saúde dificilmente terá faltas frequentes. Da mesma forma, poderá ter a mente leve e descansada para recuperar a motivação e manter o foco nas tarefas.

Menos gastos com assistência médica

Um dos motivos mais racionais para implementar um programa de promoção de saúde no trabalho é a diminuição dos gastos com assistência médica. Com isso, é possível evitar não só doenças ocupacionais, mas também condições como hipertensão, diabetes, osteoporose, obesidade, ansiedade, depressão e muitas outras.

As principais medidas para melhorar a qualidade de vida nesse sentido são incentivar a atividade física, alimentação saudável e controle do estresse. Com hábitos que garantem a saúde dos colaboradores a longo prazo, é possível diminuir drasticamente os gastos com assistência médica.

Otimização de tarefas

Com a promoção da saúde dentro da empresa, os funcionários têm uma disposição muito maior e se tornam mais rápidos na realização de tarefas. Essa é uma consequência direta de manter hábitos saudáveis, que geram um estado maior de concentração e agilidade mental.

A empresa pode, por exemplo, promover práticas de atividade física e alimentação saudável com sessões de exercícios aeróbicos e incentivo do acompanhamento nutricional dos colaboradores. Assim, eles podem ter um direcionamento na sua rotina para melhorar hábitos que melhoram a produtividade.

Como aumentar a qualidade de vida no trabalho

Cultive o respeito: as relações de trabalho devem ser respeitosas e positivas para todas as partes, por isso é ideal que os líderes da empresa conduzam os demais colaboradores em relação a posturas, códigos de conduta e formas de tratamento entre colegas. Um ambiente tranquilo e amigável é mais estimulante e menos estressante.

Incentive a colaboração – em oposição à mentalidade competitiva do mundo corporativo, forneça a possibilidade de atividades colaborativas para que os funcionários tenham um propósito compartilhado. Assim, os laços entre pessoas e equipes são fortalecidos e, individualmente, todos podem nutrir a sensação de pertencimento à empresa. 

Flexibilize os horários – considerando a dedicação diária de tempo dos colaboradores, é um grande diferencial oferecer flexibilidade de horários para que todos consigam conciliar suas necessidades pessoais e profissionais. Liberação para resolver questões no banco ou na escola dos filhos são muito importantes e agregam valor na relação do funcionário com a empresa.

Promova a Gestão de Saúde – através de sistemas como o do Wellbe, é possível avaliar a saúde populacional da sua empresa e definir intervenções para quaisquer condições identificadas. A longo prazo, a sua empresa tem entendimento das circunstâncias envolvendo o bem-estar de cada funcionário, além de se desenvolver através de estratégias que têm como objetivo melhorar a qualidade de vida de uma determinada população.

Leia também: Por que investir em programas de saúde na empresa?

E aí, qual é a sua opinião sobre a qualidade de vida no trabalho? O que você achou das nossas soluções? Conta pra gente! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *